top of page
  • Kika Mesquita

Avril Lavigne celebra o retorno do pop punk ao mainstream e a conexão com a nova geração


Foto: Reprodução / Divulgação

O novo álbum de Avril Lavigne, Love Sux, que foi lançado na semana passada (25 de fevereiro), marcou o retorno da artista às suas raízes do pop punk. Com colaborações de peso como Machine Gun Kelly, Travis Barker e Mark Hoppus, do Blink-182, o novo trabalho da artista canadense pode estar prestes a estrear no Top 10 da Billboard, segundo previsão da Hits Daily Double.

Em uma conversa com a Unproxx, a artista falou sobre o retorno do pop punk ao mainstream e se mostrou empolgada com a descoberta do gênero pela nova geração.

"Sempre tive uma conexão com pop-rock, pop-punk, rock and roll e música emo. Sempre tive esse elemento em meus álbuns, e sempre esteve comigo - em todos os meus shows", disse Lavigne.

"A música é cíclica, as coisas estão na moda e tocam na rádio e depois não. Mas quando eu vi o pop-punk finalmente sendo aceito e no mainstream novamente, fiquei muito feliz em ver meus amigos indo tão bem na música e a nova geração descobrindo o rock."

Avril observou o festival “When We Were Young”, que se tornou viral por sua programação anunciada em janeiro deste ano. Além de Lavigne, My Chemical Romance, Paramore, AFI, The Used, Bring Me the Horizon, A Day to Remember e muito mais se apresentarão no evento que acontece no final de outubro em Las Vegas, com ingressos esgotados.

"Se você olhar para o sucesso do festival “When We Were Young”, vai perceber que o apetite por esse tipo de música é o mais forte que já existiu", comentou ela. "Esta é a música que eu cresci ouvindo, e isso ajudou a me moldar como artista, então estou muito feliz por fazer parte disso."

Além de “Love Sux”, Lavigne também prepara o lançamento da edição especial pelos 20 anos do álbum “Let Go”, ainda sem data confirmada, que incluirá demos e imagens do making of do álbum.



Comments


bottom of page